Romanos 12:2
E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

Contribuindo para o reino de Deus

Entenda o que Deus nos ensina a respeito do dinheiro

Os abusos quanto ao levantamento de recursos financeiros praticados por algumas igrejas acabaram por tornar bastante delicada a questão da contribuição financeira nas igrejas evangélicas em geral. O abuso, porém, não invalida a realidade de que as igrejas genuinamente evangélicas precisam de recursos para manter seus trabalhos regulares. A Bíblia nos ensina várias coisas acerca do dinheiro.

1) De quem é o dinheiro? Todas as riquezas que existem no mundo pertencem a Deus, por direito de criação (Salmo 24.1) e por direito de capacitação, isto é, é Deus quem nos dá saúde, forças e oportunidades para ganharmos dinheiro (Deut 8.18). O cristão deve se conscientizar­ de que ele é apenas gerente­, e não dono dos recursos de que dispõe.

2) Deus tem um plano para o dinheiro­ que nos confia. (a) Devemos suprir as nossas necessidades e da nossa família. Deus sabe que temos necessidades (Mateus 6.31-32) e que o dinheiro­ é usado­ para supri-las (Atos 20.34). (b) Deus deseja abençoar outros por nosso intermédio. Devemos usar nossos recursos para ajudar os irmãos que estão passando por necessidade (Romanos 12.3), aqueles que são pobres (Deut 15.7-8). (c) Devemos usar o dinheiro­ para sustentar a obra de Deus neste mundo, através das contribuições regulares e proporcionais que fazemos para aIgreja e organizações evangélicas envolvidas com a evangelização do mundo e as obras sociais. (d) Através do dinheiro, Deus quer mostrar seu poder e bênção, suprindo as nossas necessidades (Mateus 6.33), despertando assim gratidão em nosso coração (Deut 8.18) e recompensando fielmente os que contribuem de forma voluntária e regular para sua obra (Malaquias 3.10). Todo cristão sincero deveria refletir sobre o uso que faz do dinheiro, lembrando que prestará contas a Deus, como um gerente presta contas ao proprietário.

3) Princípio gerais para o uso do dinheiro. A Bíblia nos ensina muitas coisas sobre como devemos gastar o dinheiro que Deus nos permite ganhar. Quando observamos estes princípios, podemos evitar mais facilmente a escravidão financeira. Eis aqui alguns deles. (a) Aprender a gastar sabiamente. Devemos planejar nossos gastos (Lucas 14.28-30; Provérbios 19.2) e parar com despesas desnecessárias (Isaías 55.1-2). (b) Não presumamos da graça de Deus. Conheci um casal cristão que comprou um bem valioso e pagou com cheque pré-datado, orando para Deus mandar o dinheiro­. O dinheiro não veio, e a coisa acabou na justiça, com péssimo testemunho contra o Evangelho. Não devemos tentar a Deus querendo ter um padrão de vida que é acima dos nossos recursos. (c) Pratique a respiração financeira. O Senhor Jesus nos ensina em Lucas 6.37-38 que recebemos na mesma proporção em que damos. É verdade que Deus nos abençoa financeiramente apesar de nossa falta de amor para com outros, mas ele tem prometido abençoar de forma especial os que dão abundantemente para os necessitados. (d) Evite estas coisas o máximo que puder: tomar emprestado para comprar algo que se desvaloriza facilmente (Deut 15.6; Prov 22.7); ficar por fiador de estranhos (Prov 11.15; 17.18).

O dinheiro tem escravizado muitos cristãos. Mas quando aprendemos a usá-lo segundo os ensinos da Bíblia, torna-se instrumento do bem aqui neste mundo.

Autor: Rev. Augustus Nicodemus Lopes – Estudo disponível no site da Igreja Presbiteriana do Brasil

Notícias 

Resoluções de Jonathan Edwards...

10 Fevereiro 2015
Resoluções de Jonathan Edwards

Jonathan Edwards (5 de outubro de 1703 - 22 de março de 1758) foi pregador congregacional, teólogo calvinista e missionário aos índios americanos,...

Festas juninas: típicas ou pag...

19 Junho 2015
Festas juninas: típicas ou pagãs?

O mês de junho é um dos meses mais esperados pelos nordestinos, o motivo são as festas juninas. O caráter dado a este evento camufla a sua origem e...

Os pilares da reforma

26 Outubro 2014
Os pilares da reforma

A Reforma Protestante foi marcada pela afixação das 95 teses do monge agostiniano Martinho Lutero em uma das portas da Igreja de Witenbergue no dia 31 de outubro de 15...

Lei que propõe que escolas dis...

15 Janeiro 2014
Lei que propõe que escolas disponibilizem exemplares da Bíblia para consulta gera polêmica

A relação entre o Estado e a religião é um tema que constantemente se torna motivo de debates e discussões em todo o país. Uma das ...

Por que Missões?

14 Agosto 2015
Por que Missões?

Tem-se perguntado, ao longo da história da Igreja, por que esta deve investir em Missões. Talvez uma análise breve da situação do Ev...

A missão da igreja

07 Agosto 2015
A missão da igreja

“Ide por todo mundo, pregai o evangelho a toda criatura...” Mc.16.15 É necessário distinguir o caráter missionário d...

Cantata de Natal IPBV 2015

20 Dezembro 2015

Gravações da Cantata de Natal IPBV 2015. IMAGINE o mundo sem Natal: Parte 1 de 4: Parte 2 de 4: Parte 3 de 4: Parte 4 de 4:

Missões, uma obra de Deus

31 Julho 2015
Missões, uma obra de Deus

A missão tem a sua origem no próprio relacionamento da Trindade e encontra o seu instrumento na incumbência Missionária atribuída &a...

498 anos da Reforma Protestant...

30 Outubro 2015
498 anos da Reforma Protestante

A força prática da teologia reformada não está simplesmente em seu vigor e capacidade de influenciar intelectualmente os homens. Sola fide ...

Pela repetição conseguimos man...

12 Janeiro 2015
Pela repetição conseguimos manter as lembranças na memória.

“Finalmente, meus irmãos, alegrem-se no Senhor! Escrever-lhes de novo as mesmas coisas não é cansativo para mim e é uma seguran&cced...

Espiritualidade ou misticismo?

03 Julho 2013

Existe em todo o mundo um movimento entre católicos e protestantes que visa resgatar a mística medieval, especialmente as práticas e as disciplinas espirituais dos ...

Contribuindo para o reino de D...

03 Julho 2013

Entenda o que Deus nos ensina a respeito do dinheiro Os abusos quanto ao levantamento de recursos financeiros praticados por algumas igrejas acabaram por tornar bastante delicada a quest&...

Estudos 

Catecismo de Heidelberg (1563)

02 Abril 2017

Catecismo de Heidelberg (1563) por Zacarias Ursino e Gaspar Oleviano DOMINGO 1 1. Qual é o seu único fundamento, na vida e na morte? O...

Breve Catecismo de Westminster

02 Abril 2017

PERGUNTA 1. Qual é o fim principal do homem? RESPOSTA. O fim principal do homem é glorificar a Deus, e gozá-lo para sempre. Referências: Rm 11...

Símbolos de Fé

28 Setembro 2016

Os Símbolos de Fé oficiais da Igreja Presbiteriana do Brasil são: Confissão de Fé de Westminster, Catecismo Maior de Westminster e Breve Catec...

Catecismo Maior de Westminster

28 Setembro 2016

Link para download do Catecismo Maior de Westminster: https://www.ipb.org.br/recursos/download/catecismo-maior-de-westminster-3 1. Qual é o fim supremo e principal do homem? ...

Confissão de Fé de Westminster...

28 Setembro 2016

Link para download: http://www.ipb.org.br/recursos/download/a-confissao-de-fe-de-westminster-148 (http://www.ipb.org.br/recursos/download/a-confissao-de-fe-de-westminster-148) CAPÍ...

Eventos 

Agosto 2017
D S
30 31 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2